Total de visualizações de página

quarta-feira, 25 de julho de 2012

MORRE O EX-TREINADOR JORGE VIEIRA


Menos de uma semana depois de completar 78 anos, faleceu no Rio de Janeiro (RJ), de infarto, nessa terça-feira, 24 de julho de 2012, o ex-treinador Jorge Vieira.
Nascido no dia 18 de julho de 1934, no Rio de Janeiro (RJ), Jorge Silva Vieira rodou o Brasil e o mundo trabalhando como treinador.
Em janeiro de 2007, exerceu a sua última função no futebol, de diretor técnico do América, clube do qual era torcedor.
Foi campeão carioca pelo América, em 1960, quando tinha apenas 26 anos.
Depois passou por Vasco da Gama (RJ), Vitória de Guimarães (Portugal), Vitória (BA), Campo Grande (RJ), América (MG) e Coritiba (PR).
Em 1977, dirigindo o Botafogo de Ribeirão Preto, Jorge Vieira levou o time do interior paulista a conquistar o título da Taça Cidade de São Paulo, que equivalia ao primeiro turno do Paulistão, comandando, entre outros jogadores, o craque Sócrates.
Depois do Botafogo de Ribeirão, Jorge Vieira dirigiu o Palmeiras em 1977 e 1978, levando o Palmeiras ao vice-campeonato brasileiro em 1978.
Em 1979, ele foi o técnico campeão paulista dirigindo o Corinthians. Depois, voltou a trabalhar no Palmeiras, Portuguesa de Desportos e Bangu.
Tornou-se novamente campeão paulista pelo Corinthians em 1983.
Ainda na década de 80, veio mais uma conquista surpreendente: classificou a seleção do Iraque à Copa do Mundo de 1986. No entanto, não teve a oportunidade de dirigir a equipe na competição.
Jorge Vieira voltou a dirigir o Corinthians entre 1986 e 1987, mas não conseguiu mais títulos no Parque São Jorge. Logo depois, aceitou o desafio de trabalhar no México, onde permaneceu até 1992, dirigindo times como o América (bicampeão mexicano nas temporadas 1987/1988 e 1988/1989) e Puebla.
Voltou ao Brasil, treinou o Coritiba e foi convidado novamente para deixar o Brasil, sendo treinador da seleção de El Salvador e de novo no México, quando dirigiu o Tigres Nuevo León nos anos de 1994 e 1995.
De volta ao Brasil, treinou o Fluminense e outra vez voltou ao México, para treinar o Toros Neza e o Delfines de Coatzacoalcos, nos anos de 2003 e 2004.
Como jogador, Jorge Vieira foi lateral do Madureira, encerrando cedo a carreira de jogador.
No Botafogo, Jorge Vieira teve três rápidas passagens: em 1979, 1982 e 1985.

Nenhum comentário:

Postar um comentário