Total de visualizações de página

terça-feira, 24 de julho de 2012

VERSÕES SOBRE O NOME “BOTAFOGO”


O nome dos dois clubes, o de Regatas de 1894 e o de Football de 1904 era um só: Botafogo. Tinham o nome do bairro onde foram fundados. Mas de onde vem o nome do bairro? Qual o significado de Botafogo?
Originalmente, era um instrumento militar, uma haste com um pavio, com o qual o artilheiro detonava os canhões. “Botar fogo” era, à época, sinônimo de detonar.
No século XVI, 1534, Portugal construiu o maior navio de guerra da Europa, o “São João Baptista”, de 1.000 toneladas. Foi considerado o mais poderoso navio do seu tempo, dispondo de 5 baterias equipadas com um total de 366 canhões de bronze, além de um esporão de proa, capaz de rasgar qualquer navio da sua época. A potência de fogo do «São João Baptista» era de tal ordem, que o galeão recebeu o apelido de “Botafogo”. Foi lançado à água no dia 24 de Agosto de 1534. Patrulhou o oceano Atlântico em missões de soberania.
João de Souza Pereira, fidalgo português, natural de Elvas, famoso oficial de artilharia, ganhou apelido de Botafogo, que incorporou a seu sobrenome. Vindo ao Brasil, no Rio de Janeiro, destacou-se em combates contra franceses e tamoios e, como recompensa, recebeu, da Coroa Portuguesa, terras que iam do Rio Carioca, hoje Praia do Flamengo, e, contornando o morro da Viúva, atingiam a praia adiante, que ficou conhecida como “do Botafogo”.


Sabe-se que os Botafogos tinham já armas anteriormente a 1571, visto que neste ano foi passada uma carta de armas de sucessão em que um dos quartéis as continham. Brasão: de prata, nove folhas de hera de verde, postas três, três a três. Timbre: uma torre de prata lavrada de negro, incendiada entre as ameias.
Outros Botafogos usam: de azul uma torre de prata, aberta e iluminada de negro, incendiada de sua cor por três fendas de cada lado. Timbre: a torre do escudo. É de admitir que esta variante das armas dos Botafogos provenha da passagem para o campo do escudo do timbre das primeiras armas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário